notícias sinfren

Na manhã de ontem, 27/09, o presidente do SINFREN, Roque Roberto dos Santos, se reuniu com o Deputado Federal, Darci de Matos, para debater a Medida Provisória - MP 1063, em especial a emenda nº 18, do Deputado Kim Kataguiri, que defende a implantação do autosserviço em postos de combustíveis.
Em defesa dos frentistas, o Deputado Darci de Matos se colocou à disposição para levar a contestação do autosserviço ao plenário, em Brasília.
O Deputado está ao lado da categoria nesta luta, pois entende que, caso a emenda seja aprovada, cerca de 500 mil frentistas ficarão desempregados.  
O SINFRENnão ficará de braços cruzados diante desta situação. Desde o início temos repudiado a emenda e produzido materiais referente ao autosserviço para manter os trabalhadores informados.
 
Nossa luta ganha força quando estamos juntos.
SINFREN, sua casa fora de casa!

Após a aprovação da Reforma Trabalhista os maiores prejudicados foram os trabalhadores. Segundo o presidente do Sinfren, Roque Roberto dos Santos, um dos gargalos mais fortes e que trouxe mais prejuízo à categoria, é a NÃO obrigatoriedade de realizar a rescisão do contrato de trabalho no Sindicato. Os trabalhadores “deixaram de ter” o amparo da entidade sindical em um  dos momentos mais importantes e delicados: a conferência de cada um dos itens da rescisão. Este é o momento em que o Sindicato, além de conferir a documentação, tira todas as dúvidas do trabalhador que acaba de sair do emprego. 

Por isso, ressaltamos a todos os associados que estamos de portas abertas e à disposição para a conferência da rescisão. Não queremos que o contrato de trabalho seja finalizado com prejuízos à categoria. Venha até o Sinfren para revisarmos todas as cláusulas e cálculos de sua rescisão.

Entre em contato com a gente pelo whatsapp: 48.99906-0002.

Sinfren, sua casa fora de casa!

Nesta segunda-feira o presidente do Sinfren, Roque Roberto dos Santos, e o presidente da Fenepospetro, Eusebio Luis Pinto Neto, encaminharam um requerimento ao Secretário de Saúde de Santa Catarina para que nossa categoria tenha prioridade na vacinação contra a Civid-19.
Isto porque, os trabalhadores em postos de serviços de combustíveis foram atuantes durante todo o período de pandemia. Nosso trabalho é um serviço essencial, por isto os frentistas trabalharam em suas bases atendendo aos clientes e se expondo aos riscos de infecção pelo novo Coronavírus.

Nosso pedido é que a Secretaria de Saúde compreenda o risco de nossa profissão e priorize a imunização dos frentistas.

Seguimos com nossa luta pela categoria.
Sinfren, sua casa fora de casa!

É isso mesmo!

Nossos associados têm desconto especial para habiliatação na Autoescola Geração.

Se interessou e quer saber mais?

Entre em contato pelo número: 48.99693-0698.

Rua 21 de Abril, n°1, Kobrasol, São José.

Sinfren, sua casa fora de casa!

Matéria sobre ação judicial, com causa ganha para trabalhadores, retirada do site por DETERMINAÇÃO JUDICIAL.

Sifren, sua casa fora de casa

Mesmo em meio às tristes notícias por causa da pandemia, hoje o Sinfren traz uma notícia maravilhosa, que vai bem além do cenário econômico em que o País se encntra! Há dois anos o Sinfren entrou com uma ação cobrando o pagamento das verbas rescisórias dos trabalhadores do Posto PLA. Isso porque, o posto fechou e abandonou as instalações e não pagou os 15 empregados que trabalhavam no local.

Alguns trabalhadores optaram por entrar com ação individual e acabaram fazendo acordo com o empregador, ou, não recebendo nada. O Sindicato, por sua vez, não amoleceu! Seguimos firmes com a ação, conseguimos o bloqueio de bens da empresa e o pagamento das verbas para 4 trabalhadores que confiaram nas medidas do Sindicato.

Nossa luta continue!

Sinfren, sua casa fora de casa!

 
A partir desta segunda-feira, 06/04, estaremos atendendo através do telefone de nossa sede 48.3028-4039. . Sinfren, sua casa fora de casa!

notícias gerais

A pedido da Federação Nacional dos Frentistas (Fenepospetro), da Federação dos Frentistas de São Paulo (Fepospetro) e dos Sindicatos de Frentistas de todo o Brasil, o Dieese realizou estudo para medir o peso do salário dos frentistas na composição do valor dos combustíveis. A principal conclusão foi que mesmo com a demissão de todos os frentistas, o impacto na redução do valor pago pelo consumidor final seria inferior a 1,7%. 

 

Para um litro de gasolina vendido em alguns municípios do país a R$7,00, em setembro de 2021, isso representa cerca de R$ 0,12 por litro. Clique aqui para acessar o estudo completo e saber mais.

 

A equipe do Dieese ressalta, no entanto, que estes números estão superestimados, uma vez que foram utilizados dados do Ministério da Economia e da Agência Nacional do Petróleo, cujos números mais recentes são relativos a 2019. “A escalada de preços dos combustíveis, desde então, sem que os salários dos frentistas tivessem acompanhado tal elevação, certamente reduziu o custo relativo do trabalho na formação do preço final dos combustíveis”, aponta o relatório final do levantamento.

 

“Solicitamos o estudo diante das várias tentativas de aprovar no Congresso a liberação do autosserviço de combustíveis no país, sempre com a justificativa infundada de que o frentista pesa no preço final pago pelo consumidor. Argumento que ameaça os empregos de quase meio milhão de trabalhadores, mas que agora foi completamente derretido pela pesquisa séria do Dieese. A culpa da gasolina cara não é nossa”, dispara o presidente da Fenepospetro, Eusébio Pinto Neto.

(Na foto, frentistas do Rio de Janeiro em campanha contra a emenda do self-service)

 

A manutenção do emprego de aproximadamente 20 mil frentistas de postos de gasolina pode ser garantida com o Projeto de Lei n° 5002/2021, protocolado essa semana pela deputada estadual Zeidan (PT). A iniciativa visa garantir que o estado proíba, por lei, o autoatendimento nas bombas de combustíveis nos postos de gasolina do Rio de Janeiro.

Zeidan justifica o projeto tendo em vista que a matéria é proibida em âmbito federal, mas  uma proposta já tramita no Congresso para permitir o autoatendimento nos postos.
“O emprego de aproximadamente 20 mil pessoas está em jogo. Se o desemprego é cada vez maior no país, a gente tem que garantir que o estado faça sua parte preservando os empregos já existentes. O autoatendimento nos postos de combustíveis também pode gerar outros problemas, como danos à saúde, já que os combustíveis são tóxicos e os frentistas são preparados e usam roupas adequadas e equipamentos de proteção individual”, explicou Zeidan, esclarecendo que a não obrigatoriedade dos frentistas nos postos de abastecimento certamente não reduzirá o preço dos combustíveis.
 
  

 

Os trabalhadores em postos de combustíveis de todo o Brasil – Frentistas, por meio de seus Sindicatos e Federações, estão mobilizados contra a emenda à Medida Provisória 1.063/2021, apresentada pelo deputado Kim Kataguiri (DEM-SP). O objetivo da emenda é liberar o autosserviço (self-service) de combustíveis, o que ameaça diretamente os empregos de mais de 500 mil trabalhadores do setor.

O deputado argumenta que isso vai baixar o preço do diesel, do álcool e da gasolina, o que não é verdade. A soma dos salários de todos os frentistas não é nada frente ao faturamento de um posto e representa um percentual ínfimo do valor final pago pelo consumidor. No primeiro aumento da Petrobras, qualquer eventual ganho com a redução de salários já terá sido anulado.

A culpa do combustível caro não é dos frentistas, mas da cotação em dólar no mercado internacional, que fica especialmente pressionada em momentos como esse, em que o Real está desvalorizado.

Além disso, há o enorme risco que essas substâncias perigosas – inflamáveis e cancerígenas – podem provocar quando manuseadas por pessoas sem treinamento, o que pode acarretar acidentes graves, incêndios e contaminações. O self-service tende ainda a aumentar os atrasos, pois a maioria dos clientes não saberá manusear a bomba, bem como o número de assaltos, na medida em que os consumidores estarão à mercê de criminosos nos postos. Sem falar que pode levar à falência um grande número de pequenas empresas, que não terão capital suficiente para automatizar suas bombas de abastecimento.

Apelamos ao bom senso dos deputados para barrar essa emenda, pois aprová-la seria um verdadeiro tiro no pé da economia nacional. O autosserviço pode aumentar os riscos sem reduzir os custos, não vai favorecer os consumidores, expondo-os ao perigo, além de acabar com milhares de empregos em um momento já sensível da economia do País.

A proibição do self-service é uma luta que os sindicatos de frentistas travam desde a década de 1990, e que teve um ponto alto no ano 2000, quando o presidente FHC sancionou a lei federal nº 9.956, proibindo a prática em todo o território nacional. Não é hora de retrocessos, nem de brincar com o emprego, a renda e a saúde dos trabalhadores brasileiros.

Nós frentistas estamos novamente na linha de frente dessa luta e, juntos, vamos superar mais esse desafio!

Agência Sindical

Sinfren, sua casa fora de casa!

O deputado Kim Kataguiri (DEM SP) apresentou uma emenda à Medida Provisória nº 1.063/2021, que altera a Lei 9.478/97, prevendo a operação parcial ou integralmente automatizada no serviço de venda de combustíveis. A Emenda põe em risco os postos de trabalho de frentistas em todo o Brasil. A justificativa é de que o “autoatendimento” vai reduzir os custos dos postos.
Segundo a Federação Nacional dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo, existe cerca de 550 mil trabalhadores da categoria em todo o país, que são amparados pela Lei 9.956/2000 que proíbe em todo o território nacional o funcionamento de bombas operadas pelo próprio consumidor.
Mas, a proposta do deputado paulista que visa o fim da proibição do autoatendimento, pode resultar na demissão dos trabalhadores em postos de combustíveis. Além disso, a proposta coloca o consumidor em risco, ao permitir que uma pessoa despreparada tenha contato com combustíveis que, além de inflamáveis, contêm compostos como benzeno, tolueno e xileno – substâncias nocivas à saúde humana. 
 
Sendo assim, os representantes dos Sindicatos da categoria se reuniram com o deputado dianteira e presidente da câmara, Rafael Prudente, para pedir apoio contra esta emenda que prevê a demissão de 550 mil trabalhadores.
 
O Tribunal Superior Eleitoral determinou através da Súmula nº 39, que todo empregado que opera bomba de combustíveis tem direito ao adicional de periculosidade, bem como aposentadoria especial após 25 anos de serviço, uma vez que sua atividade é perigosa e oferece risco à vida ou à integridade física, havendo risco acentuado de explosão pelo manuseio de substâncias altamente inflamáveis, sem contar alto risco de assaltos à mão armada.
 
Por isso, o SINFREN e outros sindicatos representantes da categoria promovem constantes campanhas e atividades para treinar e qualificar os frentistas na operação do ofício como um todo. Nossos trabalhadores exercem suas atividades com propriedade e qualificação, por isso, vamos lutar para defender seus empregos e valorizar suas funções no mercado de trabalho.
 
Sinfren, sua casa fora de casa!
Um carro modelo Celta explodiu na manhã desta sexta-feira (3) ao abastecer com Gás Veicular Natural, no posto Bela Vista, localizado na Avenida Tarcísio Miranda, no Parque Bela Vista, em Campos. O carro ficou totalmente destruído. Parte da cobertura do posto também ficou bastante danificada. A área segue isolada por equipes do Corpo de Bombeiros estão no local. Duas pessoas que estavam próximas do carro ficaram feridas e foram levadas para o Hospital Ferreira Machado, (HFM). Uma equipe do Setor de Engenharia da Defesa Civil Municipal vistoriou o posto de combustíveis no final da manhã de hoje. A vistoria foi solicitada pelo Corpo de Bombeiros. A equipe constatou que apesar do dano na estrutura não houve comprometimento da estabilidade. Matéria: Expresso Campista

A Caixa Enconômica Federal liberou, em 15 de junho, a consulta do valor e da data do saque emergencial do FGTS. Cada trabalhador poderá sacar o valor de R$1.045,00. 

O crédito será automático em conta poupança social digital Caixa, com movimentação via APP CAIXA TEM.

Quem optar pelo NÃO recebimento, deverá informar através do APP FGTS em até 10 dias antes da data prevusta do crédito naconta digital

                            

Mês Aniversário Dep Poupança Digital Saque ou Tranferência
Janeiro 29 de junho 25 de julho
Fevereiro 06 de julho 08 de agosto
Março 13 de julho 22 de agosto
Abril 20 de julho 05 de setembro
Maio 27 de julho 19 de setembro
Junho 03 de agosto 03 de outubro 
Julho 10 de agosto 17 de outubro
Agosto 24 de agosto 17 de outubro
Setembro 31 de agosto 31 de outubro
Outubro 08 de setembro 31 de outubro
Novembro 14 de setembro 14 de novembro
Dezembro 21 de setembro 14 de novembro

Sinfren, sua casa fora de casa

Os trabalhadores poderão fazer o saque emergencial do FGTS no valor de até R$1.045,00. O período para saque está previsto para iniciar em 15 de junho até 31 de dezembro de 2020. Tem direito ao saque emergencial todo trabalhador que tem um saldo até este valor na conta ativa ou inativa. O trabalhador tem direito a apenas um saque, independente do número de contas. 

A dinâmica de pagamentos deve ser como geralmente é liberado o FGTS, de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Todos que possuem contas no FGTS podem ser beneficiados.O cronograma e a forma de saque ainda vai ser definido pela Caixa Econômica Federal.Para consultar o saldo do FGTS, é preciso acessar o site da Caixa ou baixar o APP do FGTS, que está disponível para smartphones e tablets.

Sinfren, sua casa fora de casa!

 

Rua Felipe Schmidt, 303- sala 1101/1102 - Edifício Dias Velho - Centro - Florianópolis/SC

Telefone: 48 | 3028-4039